Vídeos

Nos últimos dias a notícia do suicídio assistido de uma jovem americana portadora de um câncer no cérebro, comoveu o mundo e suscitou questões constitucionais sobre esse tipo de direito. Aqui no Brasil sobram perguntas se o cidadão pode buscar por livre e espontânea vontade esse querer, mas muitos cidadãos estão buscando os cartórios para deixar registrado que tipo de tratamento médico querem receber na hora da morte.
Às vésperas do notariado brasileiro comemorar 450 anos de instalação no seu atual modelo institucional, o País recebeu uma importante missão da comunidade notarial internacional. A cidade do Rio de Janeiro foi oficialmente confirmada como sede das Reuniões Institucionais da União Internacional do Notariado (UINL) no segundo semestre de 2015. As reuniões serão realizadas conjuntamente com o XX Congresso Notarial Brasileiro e com a 2ª Conferência AfroAmericana Hugo Pérez Monteiro, entre os dias 28 de setembro e 3 de outubro de 2015.