Brasil indica coordenadores nacionais para evento internacional do Notariado Jovem
Publicado em 23/01/2018

XX Jornada do Notariado Jovem do Cone Sul e o XIII Encontro Nacional do Notariado Jovem serão realizados entre os dias 17 e 19 de maio em Assunção, no Paraguai
 
 
O Notariado Jovem do Brasil indicou seus dois coordenadores para a XX Jornada do Notariado Jovem do Cone Sul e o XIII Encontro Nacional do Notariado Jovem, que serão realizados entre os dias 17 e 19 de maio, na Cidade do Leste, no Paraguai.
 
Um dos temas abordados durante o evento será a prevenção da lavagem de dinheiro, cujo coordenador nacional será Filipe Andrade Lima, vice-presidente do Colégio Notarial do Brasil (CNB), que conduz um trabalho institucional do notariado brasileiro sobre o tema.


 
Segundo Lima, o evento é uma oportunidade de aproximação entre os notários brasileiros com seus colegas de Argentina, Uruguai e Paraguai. “É uma troca de experiências que ajuda a fortalecer os nossos pleitos e a seguir um caminho de uniformização notarial. Os jovens notários têm muito a se beneficiar com os colegas de outros países, podem fazer amizades e ter uma interação social muito ampla”, ressalta.
 
Ainda de acordo com o vice-presidente do CNB, o papel do notariado na prevenção da lavagem de dinheiro tem um peso muito grande no combate à criminalidade e à corrupção. “Essa colaboração reforça a importância do notário e seu forte papel social”, analisa.
 
O futuro da função notarial, o cyber notário (redes sociais), e-comerce e a função notarial, também são temas que serão abordados durante o evento, cujo coordenador nacional será Wendell Jones Fioravante Salomão, escrevente do 5° Tabelião de Notas de Ribeirão Preto (SP) e membro diretor do Notariado Jovem Brasileiro.


 
Salomão ressalta a necessidade de estar em contato com outros países, uma vez que o aumento das negociações, transações e demais atos internacionais tem sido uma tendência.
 
O coordenador brasileiro acrescenta ainda que as expectativas são grandes para este ano, tendo em vista os temas que serão debatidos. “Essa troca de informações que faremos no Congresso é justamente visando o futuro da atividade notarial, pensando nas redes sociais, e-comerce e a função notarial atrelada a esse desenvolvimento”, finaliza.
 
 
Fonte: Assessoria de Imprensa


Voltar
Compartilhar:
Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Imprimir Email This Compartilhe no Delicious Mais...