Workshop debate impactos da tecnologia e de novos modelos de negócios para a atividade notarial
Publicado em 06/08/2018

Porto Alegre (RS) – Lideranças da atividade notarial de 13 Estados brasileiros estiveram imersas nos dias 2 e 3 de agosto no “Workshop Rumo ao Futuro do Notariado”, iniciativa pioneira do Colégio Notarial do Brasil focada na sensibilização dos representantes da atividade sobre os novos modelos de negócio que estão sendo incorporados ao dia a dia da nova sociedade e que já impactam negócios nas mais diferentes áreas profissionais.


 
O encontro, coordenado por profissionais da empresa Aerolito, especializada na compreensão e preparação de organizações sobre o futuro de suas atividades, reuniu 42 membros do corpo diretivo e das Seccionais do Colégio Notarial do Brasil dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Bahia, Pernambuco, Amazonas e Roraima.


 
“O curso causa um impacto e influencia fortemente a nossa reflexão sobre o futuro da atividade notarial. Alguma coisa precisa ser feita com urgência para que possamos dominar a tecnologia, impactar as pessoas e oferecer novos serviços nesta sociedade tecnológica que já domina o nosso tempo”, disse o presidente do CNB, Paulo Roberto Gaiger Ferreira. “Saio com a sensação de que precisamos tomar uma ação radical na prestação dos nossos serviços e na forma como atendemos a sociedade brasileira”.


 
Ao longo dos dois dias de treinamentos, os responsáveis pelo curso abordaram o desenvolvimento das novas tecnologias, seus impactos em diversos tipos de negócios e suas ações disruptivas, intercalando apresentações com dinâmicas em grupos ou individuais que colocavam os participantes diante do desafio de enfrentar seus próprios pré-conceitos sobre as mudanças necessárias para a absorção dos novos modelos de negócio.


 
“O curso foi surpreendente, inquietante e estimulante, na medida em que nos apresentou inovações que não sabíamos nem que existiam, e que nos fez refletir sobre como incorporar estas novidades tecnológicas em nossa atividade para que pensemos em novas ideias sobre como nos posicionarmos diante das novidades”, disse Eduardo Calais, presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Minas Gerais (CNB/MG).


 
Marcelo Farias Machado, presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Mato Grosso (CNB/MT) destaca que a grande evolução trazida pela imersão é a necessidade de maior avanço na prestação de serviços digitais. “Começamos pelas Centrais, depois veio a novidade do Escritura Simples, mas a grande mudança virá quando começarmos a praticar o ato digitalmente para o usuário, que será a grande quebra de paradigma”.


 
Representando o Estado do Amazonas, a tabeliã Juliana Fioretti, vice-presidente do CNB/AM destacou que o curso representa uma mudança de mentalidade “que deveria ser levada ao conhecimento de todos os tabeliães do Brasil, já que é preciso que todos tenham claro que a atividade precisa se reinventar, tanto no modelo de negócio, como na maneira como oferecer serviços aos cidadãos”, disse.


 
“A primeira coisa a destacar neste curso é o interesse que o tema da tecnologia provocou em notários de todo o Brasil que se fizeram presentes aqui conosco”, disse Filipe Andrade Lima, vice-presidente do CNB e da Seccional de Pernambuco. “O segundo destaque fica por conta da abrangência do treinamento, que faz um retrato da evolução da tecnologia e de como ela pode impactar diretamente nossa atividade, oferecendo aos participantes um programa completo de conhecimento”, completou.


 
Anfitrião do evento, o presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS), Danilo Alceu Kunzler, falou sobre a satisfação de recepcionar colegas de todo o País e da importância do treinamento. “Estamos muito felizes em receber todos aqui em nosso Estado para um treinamento que considero de vital importância àqueles que são responsáveis por conduzir nossa atividade diante deste cenário de mudanças cada vez mais rápidas e impactantes. Certamente foi um evento que renderá importantes frutos para a atividade notarial brasileira”, completou.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa


Voltar
Compartilhar:
Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Imprimir Email This Compartilhe no Delicious Mais...