Colégio Notarial do Brasil comunica falecimento do notário Carlos Luiz Poisl
Publicado em 07/06/2018

É com imenso pesar que o Colégio Notarial do Brasil (CNB/CF) comunica o falecimento do notário Carlos Poisl, ocorrido nesta quinta-feira (07.06).
 
O velório será realizado a partir das 14h00 no Cemitério Jardim da Memória – Rua Guia Lopes, nº 3.609, em Novo Hamburgo (RS). A cerimônia de cremação será amanhã (08.06) às 10h00.
 
O CNB/CF, por meio de toda a sua diretoria e funcionários se solidariza neste momento delicado com os familiares e amigos deste mestre do Direito Notarial brasileiro.
 
No último dia 16 de maio, Carlos Luiz Poisl foi homenageado durante o XXIII Congresso Notarial Brasileiro em Foz do Iguaçu (PR), com a Ordem do Mérito Notarial, entregue pelo ex-presidente da entidade José Flávio Bueno Fischer, e pelo presidente do CNB, Paulo Roberto Gaiger Ferreira.


 
Tabelião aposentado do 1º Tabelionato de Notas e Protestos de Novo Hamburgo (RS), Poisl era também acadêmico da Academia Notarial Brasileira (ANB), na qual ocupava a cadeira nº 28, cujo patrono é o também notário gaúcho Miguel Ivo Cassal. O notário é autor dos livros "Em testemunho da verdade - lições de um notário", Na mala do tabelião" e "Amigo". Viúvo, pai de quatro filhos, ele deixa também cinco netos.
 
Veja abaixo alguns depoimentos:

"Poisl teve a inquietação de um menino, viveu com simplicidade e cheio de altruísmo. Esteve sempre ao lado do Notariado, partilhando sua experiência com entusiasmo. Melhorou este mundo tão desigual e injusto. Viveu sempre com bom humor, gargalhava com gosto. Vai encantar o céu"
Paulo Roberto Gaiger Ferreira, presidente do CNB/CF
 
“Ele é meu mestre intelectual e notarial. O maior conhecedor do notariado brasileiro e um expoente internacional. É a pessoa mais importante do notariado nos últimos 50 anos, com toda a sua experiência, seus livros e claro, o seu exemplo”.
José Flávio Bueno Fischer, ex-presidente do CNB/CF
 
“Neste momento eu estou visitando a cidade de Três Corações, sul de Minas Gerais. Estou no quarto da casa que nasceu o Pelé, e recebo essa ligação. O que posso dizer? Que esse tabelião que morreu era o nosso Pelé. Não preciso dizer mais nada”.
Zeno Veloso, jurista e notário

"Estamos todos muito tristes com o falecimento deste grande nome do Notariado brasileiro e mundial. O Rio Grande do Sul tem orgulho de ter tido aqui um dos mais representativos notários da nossa história".
Danilo Alceu Kunzler, presidente do CNB/RS​

"Estava em preparação para os Debates da Academia Notarial Brasileira quando recebi essa triste notícia. Poisl é um dos maiores exemplos de independência e liberdade intelectual que conheci no meio notarial; um pensador instigante e desafiador. Perco um grande amigo, o notariado brasileiro perde um de seus maiores expoentes. O que conforta é que o perdemos para a glória eterna dos céus. Que Deus o tenha!"
Ubiratan Guimarães, presidente da Academia Notarial Brasileira (ANB)

"O Notariado Brasileiro acaba de perder uma de suas figuras mais representativas, Carlos Poisl. Não exercendo a função há muitos anos, por escolha própria, ainda assim tornou-se um marco como estudioso e conhecedor dos assuntos notariais. Sua atividade em prol de uma organização dessa função multissecular remonta às tentativas de oficialização que volta e meia se repetem. Participou ativamente de iniciativas que resultaram na elaboração de projetos de lei redigidos com técnica impecável, tais como a lei orgânica do notariado, ajudando a divulgar e implantar em nosso país atos notariais praticados em países mais adiantados, tal como a ata notarial importada da Espanha. Sua participação nos congressos internacionais, como Conselheiro Permanente da União Internacional do Notariado (UINL), trouxeram a ele e ao notariado brasileiro um reconhecimento e respeito que faz parte da história da instituição. Como Presidente do Colégio Notarial do Brasil, tive a honra de propor seu nome para receber a maior comenda outorgada pela UINL, aceita por unanimidade e entregue a ele na Cidade do México, por ocasião de congresso internacional do notariado, com a qual foi sepultado. Aposentado precocemente, dedicou-se a ensinar diversas gerações de notários através de exemplos e de práticas por vezes poucos ortodoxas, mas sempre na busca do bem comum e do interesse na solução dos problemas das partes. Sua participação diária nos debates em grupos de trabalho e discussões sobre assuntos notariais é conhecida e admirada por todos. Felizmente, recebeu em vida merecidas homenagens do Colégio Notarial do Brasil e do Colégio Notarial do Rio Grande do Sul, entidades às quais prestou tantos serviços relevantes. Poisl nos deixa um exemplo generoso de ativismo social cuja falta será sentida, mas indica às novas gerações de notários o caminho a seguir. Que sejamos todos seus discípulos e seguidores, é o melhor que podemos fazer em honra desse grande Notário que foi Carlos Luis Poisl. Descanse em paz!".
João Figueiredo Ferreira, tabelião de notas

Fonte: Assessoria de Imprensa


Voltar
Compartilhar:
Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Imprimir Email This Compartilhe no Delicious Mais...