carregando ...
logo-menu Notários

Primeira semana de implantação da Censec 2.0 marca integração do notariado para o futuro

O Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal iniciou, na última semana, a operação da nova fase da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec 2.0), em Brasília/DF. A partir deste mês, o sistema atualizado está disponível e os tabelionatos poderão enviar suas cargas quinzenais normalmente. No caso da 2ª quinzena de setembro, o prazo foi estendido até 09 de outubro. A Censec, criada em 2012 pelo CNB/CF, passou por uma transformação para melhor atender às novas expectativas do notariado brasileiro. O novo sistema pode ser acessado em censec.org.br mediante cadastro.

A equipe de Tecnologia do CNB/CF desenvolveu um módulo mais moderno, rápido e de fácil conversação com os sistemas de gestão de cartórios para que a Censec 2.0 seja mais intuitiva e o tabelião tenha a melhor experiência na plataforma. O primeiro dia de implantação contou com mais de 10 mil usuários acessando o novo sistema. Foram 1.034 pedidos de Busca de Testamento, 1.568 consultas de Separações, Divórcios e Inventários (CESDI), 95 consultas ao Registro Central de Testamentos Online (RCTO) e mais de 1,1 mil cargas da quinzena aprovadas.

Segundo o presidente da entidade, Paulo Roberto Gaiger Ferreira, a Censec 2.0 atende o compromisso assumido com as seccionais do CNB de fazer a transição. “Devemos, agora, tratar de aprimorar o serviço, ampliar o número de tabeliães e estados participantes e integrar a Censec às centrais registrais. O desafio de operar a Central a partir de Brasília é grande, mas estamos preparados e contamos com pessoas treinadas para fazer um atendimento de excelência a todas as necessidades do notariado”, afirmou.

“O processo de implantação foi muito bem sucedido, conforme planejamento, sendo que dada a magnitude do sistema passaremos por um processo de estabilização já esperado. Temos uma equipe de desenvolvimento e suporte diferenciada que permitirá a evolução da Censec, conforme esperada pelos notários. Em breve, avançaremos na melhor integração com os sistemas de gestão de cartórios e outras funcionalidades”, ressaltou o diretor de Tecnologia do CNB/CF, Marcos de Paola.

A Censec 2.0 representa o notariado integrado para o futuro. O sistema é um grande banco de dados com o objetivo de unificar os dados sobre documentos lavrados em tabelionatos por todo o território nacional. Até 2019, mais de 20 mil autoridades consultaram a Censec para verificar dados em investigações judiciais. Caso necessite de suporte técnico, entre em contato pelo telefone (61) 3772-7800 e censec@notariado.org.br.

Texto: Ascom CNB/CF